Páginas

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Goodbye NY!!


Oi pessoal, já estão com saudades?

Estamos agora no aeroporto esperando nosso voo para o nosso próximo destino: Orlando!

Eu atualizando o blog
Ontem foi nosso último dia de New York e quando você já está se acostumando com a cidade, chamando o hotel de casa, é hora de colocar tudo na mala e se despedir. Nós resolvemos visitar bem cedo o Empire State Building e conhecer a vista tão famosa, mas, igual à Estátua da Liberdade, a fila de espera era enorme e acabamos desistindo.

Visitando o Empire... só o painel

video
SE JOGA!

(Espero que vocês tenham assistido o filme ''As Branquelas'' hahaha)

Fomos então patinar no Bryant Park. Não preciso nem dizer que depois de 10 minutos eu já estava fazendo saltos e piruetas sobre os patins. O interessante do parque de patinação é que se você tiver patins não precisa pagar para utilizar o rink, e também o aluguel não limita a um tempo de utilização, você pode ficar o dia inteiro patinando se quiser! Quero saber quem aguenta...

As profissionais
Seguimos para o Lincoln Center, um complexo artístico onde se localizam a Juilliard School, The Metropolitan Opera, New York City Ballet e New York Philharmonic.

Juilliard School
Voltamos para a região central e foi a hora de provar os famoso bolos do Cake Boss! A vontade é de comprar um de cada para experimentar, só que depois que você prova... muda de ideia haha


Caminhando pela 5th Avenue, a mãe se deparou com uma homenagem aos profissionais da costura, um monumento em sua homenagem! 


Olha a cara dela desconfiada do que o homem costurava...
A mãe ficou toda contente em encontrar essa estátua!

Para finalizar o dia, passeamos pelas lojas e nos despedimos da Times Square lotada!

E agora algumas fotos para lembrar de New York



Esses carrinhos estão por toda cidade e vendem Pretzel e espetinhos! Só quem tem coragem e estômago forte para comprar algo...




Apartamentos típicos da cidade


Follow the yellow brick road!

Próxima parada: AZKABAN!

E só nos vemos em 2015 galera, então um ótimo ano novo para todos !!!
Aguardem as postagens do ano novo!! :D

domingo, 28 de dezembro de 2014

Do you hear the people sing?

E aee pessoal! 
Não, nós não fomos sequestradas por nova iorquinos apaixonados pelo Moose, podem ficar tranquilos. Acabamos fazendo tantas coisas nesses dois dias que não conseguimos parar para atualizar o blog mas podem deixar que esse post vai compensar a falta do de ontem, então preparem-se para um post gigante!!

Dia 03

Acordamos bem cedo e estava nevando um monte, fizemos guerra de bolas de neve, bonecos e foi ótimo!! SÉRIO?? NÃO. Por incrível que pareça, viemos para essa cidade e trouxemos o sol junto com a gente. Nada de neve, nada de bonecos :’( Maas, em compensação, tivemos um dia maravilhoso para poder passear no... CENTRAL PARK!
Saímos do hotel bem cedo e fomos em direção ao parque, seguindo pela 5th Avenue, uma Avenida super famosa por ter várias lojas de marca e chiquetosas, como Chanel, Dolce Gabana, entre outras. Claro que só batemos foto na vitrine e saímos de perto, afinal, sou uma pobre estagiária que reclama de pagar 2,85 pelo busão.


Uma das vitrines da 5th Avenue
Chegamos no Central Park bem cedo, mas o lugar já estava cheio de nova iorquinos passeando com seus cachorros e fazendo exercício. O parque é uma delícia, é um pedaço de natureza e de calma, com 3.421 km²,  no meio daquela correria da cidade cheia de prédios e carros. E é gigantesco! Achamos que era super tranquilo dar uma voltinha por lá, mas não tínhamos chegado nem na metade e já estávamos nos arrastando (na verdade só eu e a Ana, a mãe tem um DNA de Rambo que não cansa por nada).
Dentro do parque visitamos a escultura da Alice no País das Maravilhas, uma homenagem à obra de  Lewis Carroll.

Vista panorâmica do Central Park



Alice in Wonderland

Um dos moradores do parque

Ainda dentro do parque fomos visitar o Metropolitam Museum of Art, um museu de arte grega, egípcia, romana, entre outros, pinturas famosas de Picasso, Caravaggio, etc. O legal do museu, além das obras, é que você escolhe o quanto você quer pagar na entrada. Eles sugerem um preço, mas você pode chegar com 1 dólar e comprar seu ingresso, assim como pode pagar 100. Além disso, o museu é super interessante e bem organizado.


The Musicians - Caravaggio

At the Lapin Agile - Pablo Picasso

Auto retrato - van Gogh

Autumn Rhythm - Jackson Pollock

Esfinge de Hatshepsut

Saímos do museu e continuamos a jornada até metade do Central Park,  batemos foto no lago, encontramos um pessoal jogando quadribol (com direito à vassoura entre as pernas e tudo mais), e até brincamos no balanço!



Jogo de Quadribol


Voltamos nos arrastando andando até o hotel para nos arrumarmos para o momento mais espetacular, mas emocionante, mais esperado da viagem... O MUSICAL DA BROADWAY, OS MISERÁVEIS!!
Para os que não sabem, eu e a Ana somos viciadas nos Miseráveis! Lemos a obra de Victor Hugo, vimos mais de vinte vezes o filme, decoramos todas as músicas e, finalmente, assistimos o musical *--* Nos arrumamos e seguimos para o teatro. Vale falar que cada musical da Broadway tem um teatro! Os Miseráveis tem um, o Fantasma da Ópera outro, e assim vai. Todos ficam próximos à Times Square, na rua da Broadway.
Para resumir e não ficar tão meloso, o musical foi maravilhoso! Quando começou eu já estava em prantos de tanta emoção!! Todo o cenário era lindo, os efeitos especiais, as vozes, coreografia, tudo tudo perfeito. Eu e a Ana cantamos todas as músicas, a mãe ouviu mais nossa voz do que a dos cantores.



Depois de fortes emoções, voltamos o hotel para descansar para o quarto dia de viagem.

Dia 04

Acordamos cedo, como sempre, mas dessa vez o tempo estava mais fechado, com chuva e vento, então resolvemos começar nossa programação com o Museu de Cera da Madame Tussauds.
O museu reúne vários bonecos de cera de personalidades famosas, desde atores, esportistas, cantores até figuras históricas famosas. Os detalhes e a perfeição dos bonecos eram incríveis, parecia que se você encarasse eles por muito tempo eles iam se mexer (acreditem, eu tentei, fiquei olhando o Brad Pitt por 20 minutos e NADA, nem uma piscadinha :( to brincando Bruno, to brincando)
E o melhor é que, enquanto a maioria dos museus que o que você mais escuta é “NÃO TOQUE NISSO, SAIA DE CIMA DISSO”, no Madame Tussaud você pode interagir com os bonecos, tocar neles, beijar eles e até entrar no cenário das personagens.

Perdeu, Angelina!

O ET levando o ET



Ana cochichando a teoria da Relatividade para o Einstein




Ache a múmia!

Saímos do Museu e seguimos para o bairro Chelsea, onde fomos conhecer The Magnolia Bakery, a famosa confeitaria que as meninas do seriado Sex and the City compravam seus Cup Cakes.



Como estávamos na vibe dos seriados, andamos na região e conhecemos o apartamento que a personagem Carrie, do Sex and the City, morava, e também o apartamento do seriado Friends, que fica a algumas quadras dali.

Casa da Carrie

Apartamento do Friends

Seguimos até o Chelsea Market, uma antiga fábrica de biscoito restaurada, que reúne diversos restaurantes para todos os gostos. O lugar é imperdível!


Depois de tomar café no mercado, pegamos o metrô e fomos conhecer o edifício Dakota, local onde John Lennon foi assassinado em 1980. Como o prédio Dakota é bem ao lado do Central Park, há uma homenagem ao Lennon no parque, chamado Strawberries Fields, local onde os fãs se reúnem para homenagear o ex-Beatle.


Para finalizar o passeio, fomos conhecer o Museu de História Natural, local do filme Uma Noite no Museu. O museu é bem interessante, com vários esqueletos de dinossauros, roupas e representações dos diferentes povos. É um museu que vale a pena conhecer, até quem não é muito fã de história se encantaria com as atrações do lugar.
Vale ressaltar que nesse museu você também escolhe o quanto você quer pagar!


Me dá um chicletão

Moose e a família

Apesar do tempo mais fechado ,o dia foi bem proveitoso, nos divertimos bastante e conseguimos arranjar tempo para atualizar o blog. Conseguimos em partes, porque enquanto eu escrevo tem duas criaturas capotadas do meu lado roncando aqui, como sempre! Hahahha
Mas é isso pessoal, desculpa demorar para atualizar, mas a vida é corrida aqui :)
Até amanhã, quando será nosso último dia nova iorquino nooooo

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

You can always go Downtown

Olá pessoal!
Espero que a Ju não tenha espantado os leitores depois da sua maravilhosa demonstração artística de ontem. Como não apareceu nenhum convite para ela estrelar em um musical da Broadway, hoje nos acompanhou no passeio pelo Downtown e Centro financeiro de Nova York.
Começamos o nosso dia bem cedo, de metro até a região do Brooklyn, que fica fora de Manhattan.
Moose apreciando a região
Voltou a sessão fotos do Moose
Passeamos pela região e seguimos pela ponte suspensa do Brooklyn para apreciar a arquitetura de cidade.






Sorriso super espontâneo
A mãe viciada no seriado Sex and the City não podia deixar de tirar uma foto como a Carrie sobre a ponte.


Depois de encher 4 balões, e estourar 7, aqui o resultado:




Igual, não? Não!

Próxima parada: Estátua da liberdade! 



Tudo bem, vou confessar, por incrível que pareça, é uma montagem. Vocês podem estar pensando agora "E se todo esse blog é uma farsa? E se todos as fotos são photoshop?"

Os planos realmente eram de visitar a Estátua, mas quando chegamos ao Battery Park, onde são vendidos os tickets para a ilha da estátua, nos deparamos com uma fila enorme, com espera de 4 horas ou mais, e ain't nobody got time for that!
E depois, temos a Havan em Curitiba, com uma estátua só para a gente.

Seguimos para a Wall Street, até encontrar o Charging Bull. A tradição é segurar os testículos do touro para dar boa sorte. A Juliana caiu no chão e deu uma cabeçada, espero que isso não signifique algo ruim.

A felicidade

 Seguimos para o Federal Hall, local onde o presidente George Washington tomou posse em 1789.



Na região também conhecemos a New York Stock Exchange, que é a bolsa de valores de New York e a Trinity Church, a igreja mais antiga dos Estados Unidos. Próximo dali fica localizado o memorial do 11 de Setembro, dois monumentos no formato de cascata para homenagear as vitimas do atentado.





Continuamos a caminhada pelo China Town, região que concentra muitos imigrantes chineses,  e o Little Italy, uma rua com vários restaurantes italianos.


Gourlami
Paramos para almoçar em um dos restaurantes, a mãe queria que a Juliana pedisse tudo em italiano, mas pelo jeito, de Itália só era o nome do lugar. O nosso garçom era albanês e se encantou pela mãe. Ela ganhou vinho, abraço e quase uma passagem só de ida para a Albânia. 
A gorjeta foi o telefone dela.



Voltamos andando pela rua Broadway até a Times Square, próximo ao nosso hotel. Depois das dez da noite, passeamos pelo Rockfeller Center para finalizar o dia.

Au revoir!